Larry Fink da BlackRock apoia lançamento de ETF de Ethereum

Por Carlos Schuabb
Foto: Dall-e 3

Larry Fink, CEO da BlackRock, a maior gestora de ativos do mundo, expressou em uma entrevista à CNBC seu otimismo em relação ao lançamento de um ETF (Exchange-Traded Fund) de Ethereum, seguindo o sucesso do recente ETF de Bitcoin.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O ETF de Bitcoin da BlackRock, chamado iShares Bitcoin Trust (IBIT), teve um volume de negociação de US$ 1,05 bilhões em seu primeiro dia, superando o volume de US$ 1 bilhão do ETF de futuros de Bitcoin da BITO em 2021.

Fink destacou que esses desenvolvimentos são passos importantes em direção à tokenização, um processo que ele acredita ser o futuro do setor financeiro.

Tokenização e o papel das criptomoedas

Fink vê a tokenização, que é a representação de ativos (tanto reais quanto digitais) na forma de tokens em blockchain, como uma solução para problemas relacionados à lavagem de dinheiro e outras formas de corrupção.

🎟️ BitSampa 2024: 50% dos ingressos do primeiro lote já vendidos!
Compre seu Ingresso Agora

Ele também enfatizou que, embora não veja as criptomoedas como uma moeda por si, elas representam uma classe de ativos importante.

Especificamente, ele comparou o Bitcoin ao ouro, destacando que, ao contrário do ouro, estamos quase atingindo o limite máximo de Bitcoins que podem ser criados.

Futuro dos ETFs de criptomoedas e impacto no mercado

A BlackRock, que já havia protocolado junto à SEC (Securities and Exchange Commission) um pedido para um ETF de Ethereum em novembro do ano passado, parece estar se preparando para listar um produto equivalente para o token nativo da blockchain Ethereum.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Esta iniciativa faz parte da jornada contínua da empresa em direção à tokenização. A perspectiva de aprovação de um ETF de Ethereum pela SEC, segundo estimativas de analistas, pode chegar a 70% até maio.

A entrada da BlackRock no mercado de ETFs de Ethereum pode ter um forte impacto, não apenas na adoção institucional das criptomoedas, mas também na percepção do mercado sobre a maturidade e a estabilidade desses ativos digitais.

Compartilhe este artigo
Siga:
Carlos Schuabb, conhecido como Papa no mercado, é redator do Bitnoticias desde julho de 2023, mas ele não começou assim: Iniciando no mercado cripto em 2018, no evento Bitconf, com o tempo se estabeleceu como um entusiasta dedicado, especialmente no que diz respeito ao universo cripto. Ele tem sido uma figura confirmada na organização de todas as edições do BITSAMPA, um evento de prestígio no cenário cripto em São Paulo.
Sair da versão mobile