Pink Drainer encerra operações após roubo de US$ 85 milhões em criptomoedas

Por Carlos Schuabb
Foto: Dall-e 3

O Pink Drainer, um notório serviço de drenagem de carteiras de criptomoedas, anunciou que está encerrando suas operações após atingir a marca de US$ 85 milhões em ativos roubados.

‘Alcançamos nosso objetivo e agora, de acordo com o planejado, é hora de nos aposentarmos’, disseram os desenvolvedores em um anúncio do Telegram, conforme observado pela primeira vez pelo detetive cripto ZachXBT.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Este software foi amplamente utilizado por criminosos cibernéticos para explorar vulnerabilidades técnicas e sociais, direcionando vítimas a sites de phishing que drenavam criptomoedas e NFTs de suas carteiras.

Em uma mensagem publicada no Telegram, os desenvolvedores do Pink Drainer declararam que, após alcançar seu objetivo, estão se aposentando e desmantelando toda a infraestrutura do serviço.

🎯 As Melhores Memecoins para Comprar Agora
Confira as Oportunidades e Comece a Investir

PeckShieldAlert também relatou sobre o desligamento, informando à comunidade que os endereços Pink Drainer haviam apostado um total de até 18,1 milhões de DAI no Spark.

Operações e métodos de ataque

O Pink Drainer era parte de um ecossistema maior de plataformas de phishing como serviço, que incluía outros notórios como Monkey Drainer e Inferno Drainer. Essas plataformas forneciam kits de software que permitiam a criminosos realizar ataques de phishing sofisticados.

Ao enganar as vítimas para que assinassem transações maliciosas, os operadores podiam drenar rapidamente os ativos das carteiras das vítimas. O Pink Drainer estava ligado ao roubo de mais de US$ 85 milhões de mais de 21.000 vítimas ao longo do último ano, demonstrando a eficácia e o alcance dessas ferramentas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Repercussões e futuro da segurança em cripto

Embora o fechamento do Pink Drainer possa oferecer algum alívio temporário para os usuários de criptomoedas, a ameaça está longe de ser eliminada. A existência de outras plataformas de drenagem, como o Angel Drainer, que recentemente roubou mais de US$ 400.000 de 128 carteiras de cripto, indica que a luta contra esses crimes está longe de terminar.

Este incidente sublinha a necessidade de uma maior vigilância e medidas de segurança mais robustas na comunidade cripto para proteger os usuários contra ataques cada vez mais sofisticados.

Compartilhe este artigo
Siga:
Carlos Schuabb, conhecido como Papa no mercado, é redator do Bitnoticias desde julho de 2023, mas ele não começou assim: Iniciando no mercado cripto em 2018, no evento Bitconf, com o tempo se estabeleceu como um entusiasta dedicado, especialmente no que diz respeito ao universo cripto. Ele tem sido uma figura confirmada na organização de todas as edições do BITSAMPA, um evento de prestígio no cenário cripto em São Paulo.
Sair da versão mobile