Mineradores de Bitcoin agora estão minerando inteligência artificial

Por Luciano Rodrigues
Foto: Dall-e 3

As revoluções tecnológicas sempre trazem consigo novas oportunidades, e no cenário atual, os mineradores de Bitcoin estão encontrando uma nova área de exploração: a inteligência artificial (IA). O que antes era um campo lucrativo para minerar criptomoedas usando placas gráficas (GPUs) agora está evoluindo para abraçar a crescente indústria de IA.

Na era das finanças descentralizadas, as criptomoedas representam uma revolução significativa, proporcionando aos mineiros um ambiente propício para investir e inovar. No entanto, o panorama mudou consideravelmente desde os primeiros dias, e mineradores de GPU enfrentam desafios à medida que buscam novas oportunidades.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com a saída do Ethereum do modelo de mineração Proof of Work (PoW), os mineradores de GPU se viram em busca de alternativas rentáveis. Enquanto algumas criptomoedas temporariamente preencheram esse vazio, a indústria da inteligência artificial emergiu como uma concorrente de peso.

Grandes empresas, detentoras de GPUs avançadas, agora as utilizam para processar volumes significativos de dados e realizar operações fundamentais no treinamento de modelos de IA. Empresas como Hive Digital, uma antiga gigante da mineração de Bitcoin, estão redirecionando parte de suas GPUs para tarefas como treinamento de redes neurais, cálculos intensivos e processamento de mídia.

Mineração de Bitcoin

Em uma entrevista em agosto de 2023, Frank Holmes, CEO da Hive Digital, enfatizou que a IA proporciona à empresa “oportunidades de investir mais na mineração de Bitcoin”. A Hive Digital Technologies, estrategicamente, mudou seu foco de ser uma líder em mineração para explorar o potencial da tecnologia de computação em nuvem GPU.

💸 Receba até 5.000 USDT em Recompensas
Abra Sua Conta na BingX

Outra grande empresa de mineração, Hut 8, também abraçou os serviços de IA, oferecendo poder de computação e escalabilidade incomparáveis para projetos e aplicações de IA. Essas mudanças indicam uma tendência crescente de mineradores de Bitcoin migrando para a IA em busca de maiores retornos.

Empresas espanholas, como a Satoshi Spain, também estão acompanhando essa mudança de paradigma. Anteriormente focada na venda de GPUs para mineração de criptomoedas, a empresa agora oferece serviços de processamento em nuvem para desenvolvimento de IA. Outra empresa, a Bit Digital, aluga GPUs para organizações envolvidas no desenvolvimento de IA.

A experimentação no casamento entre IA e mineração de criptomoedas continua a evoluir. Quantum Blockchain Technologies desenvolveu uma abordagem assíncrona chamada Message Scheduling For Cryptographic Hashing (MSFCA), que permite aos mineradores realizar cálculos preliminares para o próximo bloco antes que o atual seja totalmente processado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Até mesmo a Tether, conhecida por emitir o stablecoin USDT, está explorando o terreno da IA. O projeto Moria, baseado em IA, oferece análises de desempenho, eficiência e despesas para mineradores, evidenciando a diversificação de aplicações que a IA pode proporcionar à mineração.

Compartilhe este artigo
Siga:
Jornalista, assessor de comunicação e escritor. Escreve também sobre cinema, séries, quadrinhos, já publicou dois livros independentes e tem buscado aprender mais sobre criptomoedas, o suficiente para poder compartilhar o conhecimento.
Sair da versão mobile