A exchange Crypto.com recebeu aprovação do Banco Central para atuar no Brasil

Por Jorge Siufi

O Banco Central brasileiro (BACEN) concedeu uma licença de Instituição de Dinheiro Eletrônico (EMI) para a exchange de criptoativos Crypto.com.

A América Latina está se tornando um polo de adoção de tecnologia blockchain e criptoativos

Agora a exchange Crypto.com está regulamentada a oferecer produtos de investimentos e serviços financeiros no Brasil.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O anúncio foi publicado no Diário Oficial da União, autorizado pelo Departamento de Organização do Sistema Financeiro, com registro através da Foris GFS BR Instituição de Pagamento Ltda.

No documento consta a “autorização para funcionar como instituição de pagamento, na modalidade de emissor de moeda eletrônica; sede em São Paulo (SP); capital social de R$18.801.000,00; controlador: Rafael de Marco e Melo. Decisão: Chefe. Data: 8.12.2022”.

O CEO da Crypto.com, Kris Marszalek, disse que a licença EMI foi um passo importante para a exchange expandir sua presença no Brasil.

💥 10 Criptomoedas Promissoras para ficar de olho !
Dê o Próximo Passo e Invista Agora

Marszalek acredita que a América Latina é uma das principais regiões para o desenvolvimento de sua plataforma de negociação, assim, a administração da Crypto.com pretende cooperar com os reguladores para poder oferecer serviços e produtos financeiros de forma regulamentada.

Marszalek disse acreditar que esta aprovação acelerará a introdução da tecnologia blockchain e criptoativos no continente sul-americano.

“A América Latina pode se tornar a principal força motriz para a adoção generalizada de criptomoedas. Os reguladores podem ajudar nisso, por isso é importante estabelecer um contato próximo com eles”, disse Marcos Jarne, gerente regulatório da Crypto.com na América Latina.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A Crypto.com está expandindo seus serviços regulamentados e apenas este ano já recebeu licença para atuar em seis países, entre eles a Itália, Reino Unido e Coreia do Sul.

Mas também anunciou cortes de funcionários devido ao rigoroso inverno cripto, o que segundo a exchange atrapalhou no projeto de crescimento e expansão da empresa.

Compartilhe este artigo
Siga:
Redator da Revista Bitnotícias
Sair da versão mobile